Recomendado, 2019

Escolha Do Editor

Novo composto alivia a dor como a maconha, sem o 'alto'
Remédios naturais para a constipação
Como os homens podem melhorar seu desempenho sexual

Por que meus pés estão inchados?

Uma pessoa pode experimentar pés inchados por várias razões. Algumas causas, como pequenas lesões, são aparentes e fáceis de tratar. Outros, no entanto, podem ser sinais de uma condição de saúde subjacente grave que precisa de atenção médica imediata.

Aqui, vamos dar uma olhada em algumas das razões pelas quais os pés de uma pessoa podem parecer inchados, quando devem conversar com um médico e o que o tratamento pode envolver.

1. Edema


Edema refere-se ao inchaço que resulta do fluido aprisionado.

Edema é o termo médico para inchaço que ocorre quando o fluido fica preso nos tecidos do corpo. Geralmente afeta as pernas e os pés, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo, como a face ou o abdome.

Outros sinais de edema incluem:

  • pele brilhante e esticada sobre a área afetada
  • pele que fica com covinhas após pressioná-lo
  • desconforto e mobilidade reduzida
  • tosse ou dificuldade em respirar, se isso afeta os pulmões

Tratamento

O edema pode desaparecer sozinho ou pode haver uma causa subjacente que necessite de tratamento médico.

Os remédios caseiros incluem usar meias de apoio, reduzir a ingestão de sal e deitar-se enquanto eleva as pernas acima do peito.

Se o inchaço não melhorar, a pessoa deve conversar com seu médico para verificar se há alguma causa subjacente.

2. Lesão no pé ou tornozelo

Trauma no pé ou tornozelo pode causar inchaço nessa área do corpo.

Por exemplo, um tornozelo torcido, que ocorre quando os ligamentos ficam sobrecarregados, pode fazer com que o pé inche.

Tratamento

Para tratar uma lesão no pé ou no tornozelo, a pessoa deve elevar o pé quando possível e tentar não suportar o peso da perna afetada.

Usar um bloco de gelo ou bandagem de compressão pode ajudar a reduzir o inchaço e os analgésicos vendidos sem receita podem ajudar a aliviar o desconforto.

Se o inchaço e a dor não desaparecerem, a pessoa pode precisar consultar o médico para descartar danos mais graves.

3. Gravidez

Um sintoma comum da gravidez tardia é que os pés e os tornozelos inchem. Este inchaço é devido à retenção de líquidos e aumento da pressão nas veias.

Remédios caseiros

Para tratar os pés inchados durante a gravidez, as mulheres podem elevar os pés sempre que possível, usar calçados confortáveis ​​e de suporte e evitar ficar em pé por períodos prolongados.

Manter a calma, evitar o sal e aumentar a ingestão de água pode ajudar a reduzir a retenção de líquidos. Usar roupas de apoio, como meias ou meias de compressão, também deve reduzir o desconforto e diminuir o inchaço.

4. pré-eclâmpsia

Se o inchaço durante a gravidez ocorrer subitamente e for grave, pode ser um sinal de pré-eclâmpsia. Esta é uma condição que pode ocorrer durante a gravidez ou imediatamente após o nascimento. Os sintomas incluem proteína na urina, rápida retenção excessiva de líquidos e pressão alta.

Esta é uma condição grave que geralmente ocorre na segunda metade da gravidez e pode progredir para eclâmpsia, que é ainda mais perigosa e constitui uma emergência médica.

Sinais de pré-eclâmpsia incluem:

  • inchaço severo
  • dores de cabeça
  • tontura
  • nausea e vomito
  • mudanças de visão
  • micção menos frequente

Tratamento

Se uma mulher grávida tiver algum destes sintomas, deve falar imediatamente com o seu médico ou parteira.

5. Fatores do estilo de vida

Alguns fatores de estilo de vida também podem levar a pés inchados. Esses fatores incluem:

  • ter um estilo de vida sedentário
  • estar acima do peso
  • vestindo sapatos mal ajustados

Remédios caseiros

Exercitar-se regularmente e manter um peso saudável pode reduzir o risco de inchaço dos pés.

Outras maneiras de aliviar os pés inchados incluem:

  • bebendo muita água
  • usando meias de compressão ou meias
  • embebendo os pés em água fria
  • levantando os pés acima do coração regularmente
  • ficar ativo
  • perder peso se estiver com excesso de peso
  • comer uma dieta saudável e estar consciente da ingestão de sal
  • massageando os pés
  • comer mais alimentos ricos em potássio, pois estes podem ajudar a reduzir a retenção de água

6. Um efeito colateral da medicação


Esteróides podem causar inchaço nos pés.

Tomar certos medicamentos pode resultar em inchaço dos pés, especialmente se eles causam retenção de água.

Medicamentos que podem causar inchaço nos pés incluem:

  • hormônios, como estrogênio e testosterona
  • bloqueadores dos canais de cálcio que ajudam a controlar a pressão arterial
  • esteróides, androgênicos e anabólicos, e corticosteróides
  • antidepressivos
  • antiinflamatórios não-esteróides
  • medicação para ajudar a controlar o diabetes

Qualquer pessoa que pense que a medicação está causando inchaço nos pés deve falar com um médico, que pode alterar a dosagem ou prescrever um tipo diferente de medicamento.

7. Álcool

O álcool pode fazer com que o corpo retenha o excesso de água, fazendo com que os pés inchem. Se o inchaço persistir por mais de 2 dias, a pessoa deve marcar uma consulta com seu médico.

O inchaço recorrente dos pés após o consumo de álcool pode ser um sinal de um problema subjacente ao coração, fígado ou rins.

Remédios caseiros

Elevar os pés acima do coração, beber muita água e reduzir a ingestão de sal pode ajudar a minimizar o inchaço. Encharcar os pés em água fria também pode aliviar os sintomas.

8. Clima quente

Durante o tempo quente, os pés podem inchar porque suas veias se expandem para resfriar o corpo. Este processo pode causar vazamento de fluido no tecido circundante. Fluido também pode coletar nos tornozelos e pés.

Remédios caseiros

Beber bastante água e usar sapatos confortáveis ​​e bem ajustados que permitam alguma ventilação podem ajudar a evitar que os pés inchem com o tempo quente.

9. Infecção

Uma infecção pode causar inchaço nos pés e tornozelos. As pessoas com diabetes têm um risco aumentado de infecção afetando seus pés, portanto devem permanecer vigilantes quanto a quaisquer alterações nessa parte do corpo, como bolhas e feridas que aparecem.

Tratamento

Um médico normalmente prescreve antibióticos para tratar infecções.

10. Insuficiência venosa

Insuficiência venosa ocorre quando o sangue de uma pessoa não pode fluir ao redor do corpo adequadamente. Isto é devido a válvulas danificadas causando vazamento de sangue pelos vasos e retenção de líquidos nas pernas, particularmente em torno dos pés e tornozelos.

Sinais de insuficiência venosa incluem:

  • pernas doloridas
  • alterações na pele, como descamação
  • novas veias varicosas aparecendo
  • úlceras da pele
  • infecção

Tratamento

Uma pessoa com sinais de insuficiência venosa deve marcar uma consulta com seu médico o mais rápido possível.

Para tratar a insuficiência venosa, o médico pode recomendar algumas mudanças no estilo de vida, como fazer exercícios para ajudar a manter o sangue bombeando o corpo de forma eficiente. Meias de compressão e medicamentos para prevenir coágulos sanguíneos também podem ajudar.

Em alguns casos, um médico pode sugerir uma cirurgia para tentar reparar as válvulas danificadas.

11. coágulo de sangue

Coágulos de sangue ocorrem quando o sangue não flui ao redor do corpo corretamente, fazendo com que as plaquetas se colem.

Se os coágulos sanguíneos se desenvolverem nas veias das pernas, eles podem impedir que o sangue se mova de volta para o coração. Isso pode fazer com que os tornozelos e os pés inchem.

A trombose venosa profunda (TVP) ocorre quando os coágulos sanguíneos se formam profundamente nas pernas. A TVP é uma condição séria que pode causar um bloqueio nas veias da perna maior. Em alguns casos, os coágulos podem se soltar e se mover para o coração ou para os pulmões.

Sinais de TVP incluem:

  • inchaço em uma perna
  • dor ou desconforto na perna
  • febre baixa
  • mudanças de cor na perna

Tratamento

Se uma pessoa notar algum sinal de TVP, deve procurar atendimento médico urgente. Um médico pode prescrever medicação para diluir o sangue para tratar coágulos sanguíneos.

As pessoas podem ajudar a prevenir coágulos sanguíneos usando meias-calças, meias de compressão ou roupas folgadas ao redor dos tornozelos.

Outros métodos de prevenção incluem manter ativo e reduzir a ingestão de sal. Também é melhor evitar ficar parado ou parado, especialmente com as pernas cruzadas, por longos períodos.

12. Linfedema


Os tratamentos para o linfedema concentram-se na drenagem do excesso de líquido.

O sistema linfático ajuda o corpo a se livrar de substâncias indesejáveis, como bactérias e toxinas. O linfedema ocorre quando o líquido linfático se acumula nos tecidos como resultado de problemas com os vasos linfáticos.

Se os vasos linfáticos estiverem danificados ou ausentes, o líquido linfático pode se acumular e levar à infecção, à cicatrização lenta e até à deformidade.

Pessoas submetidas a radioterapia ou remoção de linfonodos apresentam maior risco de linfedema. Qualquer pessoa que tenha sido submetida a tratamento oncológico e tenha tido inchaço deve entrar em contato com seu médico imediatamente.

Assim como o inchaço dos pés, os sinais de linfedema incluem:

  • infecções recorrentes
  • movimento prejudicado
  • doendo
  • uma sensação de aperto ou peso
  • espessamento da pele

Tratamento

As opções de tratamento para o linfedema incluem exercícios e massagem direcionada, que podem ajudar a drenar o excesso de líquido. Usar ataduras ou roupas de compressão também pode ser benéfico.

13. Doença cardíaca

Inchaço dos pés pode ser um sinal de doença cardíaca ou insuficiência cardíaca. Se o coração estiver danificado, não poderá bombear sangue para o coração de forma eficiente.

A insuficiência cardíaca do lado direito pode fazer com que o corpo retenha sal e água, resultando em pés inchados.

Além do inchaço das pernas, tornozelos e pés, os sintomas de insuficiência cardíaca incluem:

  • falta de ar, particularmente ao se exercitar ou deitar
  • batimento cardíaco acelerado
  • fraqueza
  • fadiga
  • tosse ou chiado
  • fleuma branca ou rosada, com sangue
  • inchaço abdominal
  • rápido ganho de peso devido à retenção de fluidos
  • perda de apetite
  • náusea ou vômito
  • dificuldade de concentração ou confusão

Tratamento

Se uma pessoa experimenta algum dos sintomas acima, deve procurar atendimento médico imediato.

Opções de tratamento para insuficiência cardíaca incluem medicamentos, dispositivos médicos para ajudar a sustentar o coração e cirurgia.

14. Doença renal

As pessoas com rins em mau funcionamento podem não ser capazes de eliminar o líquido, que pode se acumular no corpo.

A doença renal pode não apresentar nenhum sintoma até que seja grave e os rins estejam começando a falhar. Sinais e sintomas de insuficiência renal incluem:

  • micção menos frequente
  • falta de ar
  • sonolência ou fadiga
  • dor ou pressão no peito
  • convulsões
  • náusea
  • confusão
  • coma

Tratamento

As opções de tratamento para doenças renais incluem medicação, dieta pobre em proteínas e suplementos de vitamina D e cálcio.

As opções de tratamento para insuficiência renal incluem diálise ou transplante renal.

15. Doença do fígado

A doença hepática pode inibir a produção de albumina. A albumina é uma proteína que ajuda a impedir o vazamento de sangue dos vasos sanguíneos. A falta de albumina significa que o sangue pode vazar, fazendo com que o líquido se acumule nas pernas e nos pés, o que pode resultar em inchaço.

Os sintomas da doença hepática incluem:

  • icterícia, em que a pele e os olhos ficam amarelados
  • urina escura
  • contusões facilmente
  • perda de apetite
  • coceira na pele
  • falta de energia
  • náusea ou vômito
  • abdômen sensível e inchado
  • fezes pálidas, com sangue ou com cor de alcatrão

Tratamento

Para tratar doenças do fígado, um médico pode prescrever medicação. Eles também podem sugerir mudanças no estilo de vida, como perder peso ou reduzir a ingestão de álcool.

Nos casos mais graves de doença hepática, a cirurgia pode ser necessária.

Quando ver um médico

Muitos casos de pés inchados tendem a resolver sem cuidados médicos, embora remédios caseiros e mudanças no estilo de vida possam ajudar a reduzir o inchaço.

Se o inchaço não desaparecer ou ocorrer repetidamente, é essencial marcar uma consulta com um médico para determinar se existe uma causa subjacente.

Se os pés inchados ocorrerem ao lado de falta de ar, dor no peito ou pressão no peito, chame os serviços de emergência imediatamente.

Categorias Populares

Top